Otimização na gestão hospitalar

Com avanço na tecnologia, a redução de custos gera o crescimento de diversas áreas nas instituições de saúde

Reduzir custos para aumentar os resultados em uma instituição de saúde não significa apenas atender as demandas das áreas diminuindo gastos. Os hospitais, como prestadores de serviço, têm como objetivo manter uma entrega de qualidade ao cliente, para que não haja necessidade de retrabalho. Dessa forma, uma visão estratégica para a tomada de melhores decisões é fundamental para um serviço de excelência, resultados positivos e manter a satisfação do cliente em altos níveis. 

Uma estratégia considerada inteligente e eficaz para as instituições de saúde, é a simplificação dos procedimentos administrativos e, seguindo essa lógica, o método mais assertivo para alcançar resultados satisfatórios é a padronização de processos. Automatizar estes processos também é um investimento que gera otimizações para empresa, contribuindo para um melhor funcionamento das áreas.

A redução de custos não passa apenas pelo desperdício ou pelo mau uso dos materiais, tem a ver principalmente com economizar os recursos. Junto com a tecnologia, essa economia se torna uma técnica que agrega valor ao nosso serviço, otimizando a mão de obra e diminuindo o tempo necessário para execução.

Visão estratégica em busca dos menores custos

Desenvolvido em um primeiro momento para atender a indústria de automóveis no Japão, a metodologia Lean, como ficou conhecido, colocou as empresas do país nipônico em posições de liderança em seus segmentos.  O modelo vem da linha de produção da Toyota, onde um sistema contínuo de melhorias em processos compreende as técnicas estruturadas de gerenciamento de estoque, redução de resíduos e ganho de qualidade.

O sucesso da Lean fez com que a ideia fosse introduzida nas mais diferentes organizações, até chegar ao ramo da saúde. Agora, o Lean Healthcare, como foi definida para o setor da saúde, auxilia as instituições na gestão, encarando o segmento hospitalar de maneira corporativa e mais profissionalizada. Dentro desse conceito, propostas relacionadas à gestão de facilities, terceirização de serviços, consultoria especializada e incorporações de tecnologia em todos os processos estão inclusos no sistema. 

Entre os principais ganhos do método Lean Healthcare, o levantamento dos principais custos do hospital é o principal. Ele propõe atividades que gerem menos despesas e muito mais qualidade, descartando etapas desnecessárias dentro dessa rotina. Com o investimento, esse artifício proporciona resultados clínicos e econômicos mais condizentes com a realidade vivida pelo hospital contratante do produto.

O Lean na saúde

O Grupo LEFORTE, que faz parte do portfólio de clientes da APOIO, é uma das principais instituições que aplicam a metodologia Lean. Segundo dados divulgado pelo próprio hospital, a unidade de saúde eliminou mais de 60 pontos de não conformidade em seu Pronto Socorro na unidade Liberdade, em São Paulo, desde que implantou a metodologia Lean, há três anos. Para isso, realizou mudanças em fluxos e processos internos, além de promover um alinhamento da comunicação entre todos os colaboradores envolvidos.

Atualmente, a instituição possui a “Academia Lean”, que consiste em compartilhar o conhecimento e experiência sobre a metodologia nos hospitais Leforte. Além de promover o primeiro Fórum Lean em Saúde, o grupo oferece o curso Yellow Belt em Lean Seis Sigma, com a finalidade de preparar e aprimorar o conhecimento de profissionais que atuam no mercado de saúde.

Rafael Rebelato