Integrar tecnologia e facilities é fundamental para experiência do cliente

A gestão de facilities é responsável por inúmeros serviços nas instituições de saúde. Buscar a redução de custo e a melhoria operacional é fundamental, mas tomar decisões assertivas e estratégicas que engajem o cliente, englobando meios tecnológicos dentro da sua jornada, é um dos fatores mais importantes para o setor. A construção de um SLA …

A gestão de facilities é responsável por inúmeros serviços nas instituições de saúde. Buscar a redução de custo e a melhoria operacional é fundamental, mas tomar decisões assertivas e estratégicas que engajem o cliente, englobando meios tecnológicos dentro da sua jornada, é um dos fatores mais importantes para o setor.

A construção de um SLA (Service Level Agreement, que significa Acordo de Nível de Serviço) que garanta o nível de serviço adequado, molda também a satisfação de experiência do cliente. “Ainda que para o frequentador, a entidade seja um local que não o agrade, o papel da gestão de facilities é entregar um hospital seguro, humanizado e dentro de uma visão de qualidade”, comenta o presidente da SBHH, Marcelo Boeger, durante apresentação no Congresso Hospitalar Facilities ocorrido em maio, em São Paulo, durante a Hospitalar 2019.

Essa entrega é também é fundamental para a recuperação do paciente. Sua passagem pela entidade de saúde precisa ser no mínimo agradável em determinadas partes ou em todas.

Tecnologia, limpeza e atendimento, são fatores fundamentais para essa recuperação.  Em um mercado global e que prospera, por muito tempo houve uma limitação no quesito tecnologia como grande aliada a gestão de facilities, porém, hoje em dia muitas instituições recebem terceiros que trabalham de maneira integrada com inúmeras tecnologias e passam despercebidos pela entidade, realizando assim o seu trabalho de maneira correta. 

Hoje, fala-se literalmente em saúde quando o assunto é facilities e inovação, e o aumento de qualidade do serviço que está sendo entregue é o fator-chave para isso. As instituições contratadas precisam saber o bem que esteja causando com esse serviço, pois a melhoria da qualidade é algo que se destaca nesse ramo, afinal, o “facilities management” procura entender as necessidades de cada um dos seus clientes.

Todo paciente quer é uma resposta rápida a qualquer tipo de pergunta. Desde o atendimento até limpeza do local que ele frequenta. Consolidar o facilities e a tecnologia dentro das instituições é algo que demanda tempo. As entidades atuais têm muito interesse em atender os pacientes com um padrão de excelência e girar o leito de maneira rápida, melhorando a rotatividade do seu negócio. Isso, sem dúvidas, é um grande fator para engajar e melhorar a imagem da contratada e da contratante no mercado.

vrabelo@apoioecolimp.com