SLA é fundamental para o sucesso das instituições de saúde

Ações indevidas ou que não estejam de acordo com premissas ou protocolos da instituição ocorrem diariamente, causadas tanto pelo consumidor, quanto pelo prestador de serviço. Assim, investir em ferramentas que evitem erros e estejam de acordo com o necessário para o negócio fluir de maneira sólida, é mais uma opção para atingir metas e garanti a sustentabilidade.

SLA, Service Level Agreement ou Acordo de Nível de Serviço, é um acordo onde empresa e cliente falam o mesmo idioma relacionado a prestação de serviços. Em resumo, essa ferramenta é basicamente uma forma do cliente controlar tudo o que o terceiro garantiu entregar, envolvendo o tempo em que o serviço será feito, a qualidade com a qual será entregue, como problemas devem ser reportados e a lista pode ficar ainda maior dependendo do tipo de serviço e grau de exigência do contratante.

O SLA é a maior ferramenta que as contratadas têm para impactar em produtividade, redução de custos e melhorias contínuas dentro das instituições. Os seus índices se ligam a inúmeros fatores. Entre eles, estão as metas de desempenho que indicam onde os profissionais estão com dificuldade ou executando um serviço no tempo correto.

A procura dos SLAs mais eficientes irão impactar de forma direta na gestão financeira e na redução de custos. Definir as métricas que serão utilizadas para avaliar o desempenho dos serviços é imprescindível. Como parte do planejamento do contrato, antes de assiná-lo, determine esses detalhes com o contratado.

Vale destacar que a boa prestação dos serviços depende do cumprimento não só dos direitos, mas também dos deveres para ambas as partes. Quando se fala de SLA, fala-se em informação. Por meio disso, é possível levar aos gestores hospitalares a vantagem de um serviço focado em melhorias e redução de custos. A solução mostra os diferenciais da equipe e outros itens como qualidade, serviço, produtividade do colaborador e o que ele ainda pode agregar para instituição.

Ajustar o SLA da empresa é se adequar a realidade do negócio, trabalhando em conjunto com fornecedores, colaboradores para que o SLA suba, aumentando o nível de excelência. Entretanto, esse tipo de gestão requer muito filtro, afinal, ter muitos indicadores pode acabar atrapalhando o colaborador nas suas atividades diários. O indicador tem que ser assertivo, sem sobrecarregar as atividades do dia a dia.

vrabelo@apoioecolimp.com